Entidade Mantenedora - FEPAM

  • Entidade Mantenedora - FEPAM
  • Dirigentes Fepam

Entidade Mantenedora - FEPAM

A Fundação Educacional de Patos de Minas – Fepam – foi instituída pelo Governo do Estado de Minas Gerais, no dia 27 de maio de 1968, através da Lei 4.776. Os primeiros cinco cursos foram autorizados em 14 de abril de 1970, juntamente com a autorização do funcionamento da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Os primeiros cursos autorizados foram: Ciências Biológicas, História, Letras, Matemática e Pedagogia, na modalidade Licenciatura Plena.
No ano de 1974, por iniciativa do Governo Federal, os cursos de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas e de Matemática foram convertidos em Licenciatura Curta Em 1987, foi criada a habilitação em Química. No mesmo ano, os cursos que eram ministrados em regime anual de matrícula passaram para o regime semestral, o que durou até 1997. A partir de 1998 foi retomada a matricula anual que permaneceu até 2004. No ano seguinte, após revisão das matrizes curriculares, volta-se ao regime de matrícula semestral. Posteriormente, os Cursos de Ciências Biológicas e de Química passaram a oferecer também a modalidade Bacharelado.
Em 1986, foi aprovada a instalação da Faculdade de Ciências Administrativas e o primeiro vestibular para o curso de Administração de Empresas foi realizado em 1989. Em 09 de novembro de 1992, foi autorizado o Curso de Ciências Contábeis.
Em 22 de junho de 1995, foi autorizado o Curso de Direito e, por conseguinte, a Faculdade de Direito. Em 15 de dezembro de 1997, foi autorizado o Curso de Farmácia, juntamente com a Faculdade de Ciências da Saúde.
No dia 14 de novembro de 2000, foi autorizado o funcionamento da Faculdade de Ciências Agrárias, com o Curso de Agronomia.
No dia 06 de julho 2001, o Governador de Minas Gerais credencia o Centro Universitário de Patos de Minas – UNIPAM - como entidade responsável pelas atuais e vindouras faculdades, continuando a Fundação Educacional de Patos de Minas – FEPAM – como mantenedora da Instituição.
Com o credenciamento do Centro Universitário de Patos de Minas, o número de cursos da Instituição aumentou 160% em seis anos, passando os cursos oferecidos de 10 para 26, cursos estes ministrados em várias áreas do conhecimento.
Ainda em 2001, foi autorizado o funcionamento do curso de Sistemas de Informação. Em 2002, outros 3 cursos foram autorizados: Enfermagem, Química e Educação Física; e o curso de Biologia se transforma em Ciências Biológicas. Três anos mais tarde, já em 2005, outros cursos são autorizados: Zootecnia, Fisioterapia, Nutrição, Comunicação Social – habilitação em Publicidade e Propaganda - e Física, sendo realizado, pela primeira vez na história do UNIPAM, dois vestibulares em um único ano. Ainda neste mesmo ano, outros dois cursos foram autorizados: Secretariado Executivo e Psicologia.
Em 2006, o UNIPAM trouxe para Patos de Minas e região os Cursos Superiores em Tecnologia, em atendimento às exigências do mercado de trabalho. Este modelo de curso está mais voltado para quem já atua na área profissional e necessita de uma formação acadêmica, com habilidades e competências compatíveis com suas áreas de atuação. Foram instalados os cursos de Gestão em Agronegócios, Gestão em Varejo e Moda e Estilo.
Em 2007, após demorado período de investidas ações, o UNIPAM conseguiu a autorização para o funcionamento do curso de Medicina, tendo sua primeira turma iniciado no ano seguinte. Este curso é mais uma grande conquista da instituição para toda a comunidade, conseguindo um reconhecimento cada vez maior e abrindo as portas da cidade para estudantes de várias regiões do país.
No ano de 2009, foi autorizado o funcionamento da habilitação em Jornalismo, do curso de Comunicação Social. E em 2011 foi aprovado o projeto de criação do curso de Medicina Veterinária.
Apesar da grande mudança ocorrida na Instituição desde a criação do Centro Universitário, os objetivos e ideais de progresso ainda estão longe de se esgotar, e com certeza a história do UNIPAM está longe de ser encerrada, em cumprimento à missão e aos objetivos para os quais foi criada.

Conselho Curador


Presidente: Dr. Teotônio Biá Tobias França

Vice-Presidente: Prof. Marcos Antônio Caixeta Rassi


Membros:


Dr. Márcio Roberto Abdala

Dr Guilherme Caixeta Borges

Sra. Ludmila Paiva Bahia Franco

Dr. Rone Tobias França

Dr. Joamar Gomes Vieira Nunes


Suplentes:


Sra. Flávia Amélia Costa Faria

Dr. Itamar José Fernandes

Prof. Carlos Roberto Silva

Prof. Valério Nepomuceno

Dra.Kênia Helena de Araújo

Dr. Fernando Dias da Silva

Sr. José Humberto Bahia


Conselho Fiscal/Membros:


Sr. Deodato Rodrigues de Oliveira
Prof. Marcílio Geraldo Mendes
Prof. Alair José da Cruz

Suplentes:


Sr. Lázaro André Ribeiro
Sr. José Maria Resende
Prof. Cláudio Ranilson da Silva

Diretor Executivo:


Prof. João Wander Silva